Chicas Poderosas abre inscrições para o Laboratório de Histórias Poderosas Brasil

12 de agosto de 2021 – Chicas Poderosas convoca equipes para contar histórias sobre como a crise do cuidado afetou as mulheres no Brasil na primeira edição do Laboratório de Histórias Poderosas no país. Este projeto, que já foi realizado na Colômbia e está acontecendo agora no Equador, conta com o apoio da Open Society Foundations.

A organização busca equipes integradas por jornalistas, comunicadoras, fotógrafas, ilustradoras ou designers que queiram contar histórias jornalísticas sobre as consequências do aumento das tarefas de cuidado ocasionada pela pandemia de COVID-19 e as medidas de isolamento no Brasil. Cada equipe deve ter entre três e seis membros, em sua maioria, mulheres e pessoas que se identifiquem como LGBTTQI+, que trabalharão de forma colaborativa.

Buscamos histórias focadas em pessoas e comunidades, cujas experiências permitam visualizar as desigualdades na carga de tarefas de cuidado que recai sobre mulheres em diferentes situações durante a pandemia. Procuramos propostas de histórias que nos mostrem como mulheres de diferentes idades, níveis socioeconômicos, locais de residência e situações migratórias estão enfrentando o aumento na carga de tarefas relacionadas ao cuidado, seja de crianças, adolescentes, idosos, pessoas com deficiências ou doentes (inclusive, com COVID-19).

Selecionaremos cinco histórias jornalísticas que nos permitam entender o tema por diferentes pontos de vista, como: o impacto nas comunidades, respostas comunitárias ou da sociedade civil para dar conta das tarefas de cuidado, trabalhadoras relacionadas ao cuidado, os desafios de apoiar a educação virtual de crianças e jovens ou o cuidado com idosos durante a pandemia. As histórias deverão ser abordadas a partir de uma perspectiva feminista interseccional e de direitos.

As propostas serão realizadas em um mês dedicado à reportagem e, em seguida, um mês dedicado à edição e verificação de dados junto à equipe da Chicas Poderosas. As histórias deverão ser contadas em formatos que combinem texto e imagens, como HQ, fanzine digital, ensaios fotográficos, entre outros. Devido à limitação de tempo, não aceitaremos propostas de vídeo ou podcast nesta convocatória.

As equipes interessadas devem se inscrever preenchendo o formulário disponível neste link: bit.ly/laboratoriobrasil.

As inscrições estarão abertas de 12 a 24 de agosto, às 9h, hora Brasil.

Chicas Poderosas selecionará cinco equipes que receberão apoio financeiro, formação e acompanhamento por uma equipe editorial ao longo de dois meses. Cada equipe receberá 1.000 USD para realizar este trabalho. Ao final do processo, Chicas Poderosas coordenará a publicação das histórias em meios de comunicação e fará uma campanha de divulgação. O programa começa dia 31 de agosto e termina no meio de novembro, de forma 100% virtual e remota.

Chicas Poderosas realizou um Laboratório de Histórias Poderosas na Colômbia, entre março e julho. As #HistoriasPoderosas publicadas lá estão disponíveis neste link . Atualmente, estamos desenvolvendo outro laboratório no Equador .

Qualquer dúvida, basta entrar em contato conosco através das nossas redes sociais. Estamos no Twitter, Instagram e Facebook. Para ficar sempre por dentro das nossas novidades, inscreva-se na nossa newsletter mensal.

Lea una versión de esta nota en español

​​Perguntas frequentes sobre as inscrições para o Laboratório de Histórias Poderosas Brasil

O que é o Laboratório de Histórias Poderosas?

O Laboratório de Histórias Poderosas é um espaço de criação e aprendizagem em comunidade para contar histórias sobre temáticas sub-representadas nos meios de comunicação, a partir de uma perspectiva de gênero, diversidades e enfoque em direitos.

No Brasil, Chicas Poderosas selecionará cinco equipes que proponham contar uma história sobre a crise do cuidado durante a pandemia do Covid-19. Cada equipe receberá um apoio financeiro de 1.000 USD, oficinas de capacitação em ferramentas jornalísticas e acompanhamento editorial durante dois meses. Em seguida, a organização coordenará a publicação das reportagens em meios de comunicação e divulgará as histórias por meio de estratégias de comunicação para inserir suas temáticas na agenda pública.

Como e quando ocorrerá o Laboratório de Histórias Poderosas Brasil?

O Laboratório de Histórias Poderosas Brasil começa em 31 de agosto, com uma semana de oficinas virtuais. Em seguida, as equipes darão início ao processo de reportagem, que durará um mês. Depois, começa a etapa de edição e checagem de dados, que durará outro mês. O programa termina em meados de novembro de 2021.

Como será o acompanhamento de Chicas Poderosas?

Chicas Poderosas acompanhará as equipes ao longo de todo o processo com:

– apoio econômico de 1.000 USD por equipe

– oficinas de capacitação em ferramentas jornalísticas

– orientação, acompanhamento e edição de uma equipe editorial

– gestão da publicação da história em um veículo nacional ou regional

– difusão das histórias

– o apoio da nossa comunidade poderosa <3

Quanto tempo de dedicação o projeto exige?

Isso vai depender da história que a sua equipe quer contar e do tamanho da equipe. Leve em conta um tempo para checagem de dados, pesquisa, entrevistas, primeira edição, revisão, segunda edição e outra revisão antes da publicação, além do tempo que vocês precisam para contar a história em texto e imagens.

O que podemos adiantar é que Chicas Poderosas dará uma série de oficinas de capacitação na semana de 31 de agosto a 7(?) de setembro que durarão cerca de 2 horas por dia, das 18h às 20h, horário de Brasília. Em seguida, quando começarem a fazer a reportagem, pediremos que participem de uma reunião semanal de uma hora com nossa equipe editorial. O laboratório começa em setembro e termina em novembro.

Como será o processo seletivo?

Desde já, sabemos que será muito difícil! A equipe editorial de Chicas Poderosas selecionará cinco equipes buscando histórias focadas nas pessoas, que contem histórias que ainda não tenham sido contadas ou mostrem um novo ponto de vista. Além disso, escolheremos histórias que reflitam experiências de pessoas diversas, em termos de idade, origem étnica e nível socioeconômico.

As equipes receberão algum apoio financeiro?

Sim! Chicas Poderosas oferecerá um apoio económico de 1.000 USD.

Sobre as inscrições

Quem pode se inscrever no Laboratório de Histórias Poderosas Brasil?

Podem se inscrever equipes formadas por jornalistas, editoras, fotógrafas, ilustradoras, designers e de outros perfis profissionais relacionados aos meios de comunicação e ao jornalismo. A ideia é que as equipes sejam formadas pensando na história que querem contar e no formato que vão usar para contá-la.

Além disso, buscamos equipes que:

– estejam vivendo no Brasil (podem ser brasileiras ou migrantes); 

– tenham uma história para contar sobre a crise do cuidado no Brasil;

– sejam formadas, em sua maioria, por mulheres ou pessoas LGBTTQI+ (porque buscamos gerar oportunidades para que se escutem essas vozes, que são sub-representadas nos meios de comunicação)

– queiram trabalhar de forma colaborativa por dois meses, com o acompanhamento de Chicas Poderosas para contar uma história poderosa, com informação verificada, enfoque em direitos humanos e narrativa inovadora.

Do que preciso para participar do Laboratório de Histórias Poderosas Brasil?

Primeiro, formar uma equipe que cumpra com todos os requisitos listados acima. Depois, identificar uma história sub-representada sobre a crise do cuidado no Brasil. Por último, ter tempo disponível para participar das atividades do Laboratório e para contar a história proposta (há mais informação sobre isso acima, na pergunta “Como e quando ocorrerá o Laboratório de Histórias Poderosas Brasil?”). Também é fundamental aderir ao Código de Conduta de Chicas Poderosas, que pode ser lido aqui: bit.ly/codigochicas

Minha equipe é formada apenas por homens cisgênero. Podemos nos inscrever?

Ah… não. Buscamos equipes formadas, em sua maioria, por mulheres ou pessoas que se identifiquem como LGBTTQI+, porque a missão de Chicas Poderosas é promover um jornalismo e meios de comunicação com mais diversidade e inclusão. Homens cisgênero podem fazer parte de uma equipe, mas ela deve incluir também mulheres e/ou pessoas LGBTTQI+. Te convidamos a diversificar suas equipes de trabalho e a colaborar com outras pessoas 😉

No formulário, pedimos que enviem um breve plano de trabalho para as quatro semanas de reportagem. Aqui, deixamos um exemplo:

Semana 1: pesquisa sobre o tema, busca de dados, organização das entrevistas. Membros 1 e 2.

Semana 2: realização de entrevistas e transcrição. Membros 1 e 3.

Semana 3: etc.

Quando acaba a chamada do Laboratório de Histórias Poderosas Brasil?

Marquem na agenda: as inscrições se encerram no dia 24 de agosto de 2021, às 9h da manhã, horário de Brasília. Importante: não deixem tudo para a última hora! Algo pode dar errado e o horário de encerramento é rígido. Melhor se inscrever com tempo 😉

Minha equipe e eu não estamos no Brasil. Podemos nos inscrever.

Nesta oportunidade, não.

Há um número máximo de participantes por equipe?

Sugerimos que as equipes sejam formadas por, no mínimo, 3 e, no máximo, 6 pessoas.

Como nos inscrevemos?

Completando detalhadamente este formulário: bit.ly/laboratoriobrasil

Sobre as histórias

Podemos inscrever uma história que já tenhamos publicado?

Não! A ideia é que vocês proponham uma possível história que será construída e desenvolvida com o apoio do Laboratório de Histórias Poderosas. Se você já cobriu um tema relacionado ao que buscamos e quer contar outra história, ampliá-la ou explorá-la em outro formato, pode pensar em uma proposta.

Importante: Caso proponha a história de uma pessoa que tenha tido seus direitos violados, é essencial ter o consentimento dela e propor manter seu anonimato (mudando seu nome e evitando mencionar detalhes que permitam identificá-la, por exemplo), para assegurar sua privacidade e segurança.

Em quais formatos as histórias devem ser contadas?

As histórias deverão ser contadas por meio de textos e imagens. Alguns formatos possíveis são: HQ, fanzine digital, ensaios fotográficos, entre outros (não aceitaremos propostas de podcasts ou vídeos nesta chamada).

As histórias serão publicadas e meios de comunicação. Por isso, não buscamos propostas de sites ou portais.

Por último…

Não quero me inscrever no Laboratório de Histórias Poderosas, mas quero fazer de Chicas Poderosas.

Que maravilha! É sempre bom somar pessoas à nossa comunidade poderosa. Te convidamos a preencher este formulário para que possa conhecer mais sobre outras formas de se juntar a Chicas Poderosas bit.ly/uneteachicas.Lembre-se que também é possível assinar nossa newsletter mensal; nos seguir no Twitter, Instagram e Facebook; ou fazer parte da nossa Membresía Poderosa e acessar benefícios exclusivos por meio de uma doação financeira.

¡Ayúdanos a compartir esta historia!

Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email