Portugal

Strategic Networking: 13 dicas para te tornares memorável para os outros

By on Maio 6, 2018

Strategic Networking: 13 dicas para te tornares memorável para os outros

Quanto mais contactos melhor? Sim e não. De que te vale uma gaveta cheia de business cards se as pessoas não se lembrarem de ti? E uma agenda cheia se os contactos não são bem aproveitados?

Na primeira #MiudaamiudaPowerSessions, Linda Pereira, empresária, formadora e especialista em networking, explicou ponto a ponto a estratégia para te tornares inesquecível pelas melhores razões. Em jeito de resumo, ficam as dicas:

1. Trabalha o Google: O nosso tempo é a coisa mais valiosa que temos. Não o desperdices. “Sofremos mais de chatos e parvos do que de qualquer coisa na vida”, explica Linda Pereira. Antes de ires para qualquer evento, investiga sobre as pessoas que vais ouvir e prepara a conversa e a lista de contactos. Escolhe quatro ou cinco pessoas com quem conversar e antecipa temas comuns que podem servir de base para o contacto. Tira o som do telemóvel e sê memorável para as pessoas. Diversifica, conhece pessoas em todas as áreas. É muito importante termos pessoas que alargam as nossas redes, que são multipliers.

2. Não dês desculpas. Os filhos, a mãe com dores de cabeça, o marido que tem de jantar. Regra geral, as mulheres, no final dos eventos, vão para casa. E é isso que nos faz não ser lembradas quando não estamos presentes. “A oportunidade só dança com quem está na pista”, relembra Linda.

3. Cria círculos de influência: se criarmos uma rede, eu posso pegar no telefone e perguntar-lhe qualquer coisa. Mas para eu pedir, já tenho de ter investido.

4. Esquece por momentos as redes sociais: quando falamos em networking falamos em relationship management, de gestão de relações interpessoais. O nosso net value é o nosso networking. É o valor da nossa rede. Por isso, trabalha-a com atenção e planeamento. O mais importante é high touch, é estar presente. É importante procurar-se o que nos aproxima, o que nos une.

5. Usa o que sabes: A intuição é experiência acumulada que junta com inteligência emocional e cria sabedoria. É o que vai ser preciso.

6. Networking é work, dá trabalho. É preciso implementar todas as estratégias que pensámos antes e depois é preciso fazer follow. Network que tenha resultados, strategic networking, dá trabalho: não é andar de passeio. E, normalmente, é mais o que se dá do que o que vamos receber.

7. Define o que és, a tua marca, e o que queres transmitir. Nunca na vida vais conseguir controlar o que o mundo pensa de ti. Mas podes controlar o que és, como tratas as pessoas, como comunicas. Primeiro, tens de saber quem és e o que queres promover. Trata-se da tua marca pessoal e és tu que decides o que queres ser.

8. Define os teus fãs e os teus champions. Uma coisa é termos pessoas que nos reconhecem simpatia, outra são campeões, que nos promovem em todo o mundo. Associa as pessoas à tua rede: para isso tens de definir qual é a tua marca, o que representas, como te apresentas ao mundo e porque é que isso há-de interessar a alguém.

9. Apresenta pessoas. Quando somos apresentados por outra pessoa a alguém, já estamos recomendados. O networking tem de ser mutuamente vantajoso e uma troca de informação: angariar conhecimento, aprender qualquer coisa nova, e sempre num âmbito de confiança. Temos de inspirar confiança.

10. Ignora a tua mãe: sabem aquilo que nos dizem “não falem com estranhos”. Ignorem. E falem com o maior número possível de pessoas.

11. Go early, stay late. Quando chegamos cedo há pouca gente. E essas poucas pessoas acabam por empatizar. Quando os outros chegam, eles é que são os estranhos.

12. Ouve o dobro do que falas. Por alguma razão temos duas orelhas e uma boca. Atenção a detalhes da conversa, a pistas interessantes sobre como esse contacto pode ser valioso. Sê generoso: encontrem qualquer coisa na outra pessoa que podem elogiar. Há sempre qualquer coisa mais que podemos dizer aos outros. Sejam respeitadores das pessoas. Agradeçam pelo convite, no dia seguinte agradeçam por terem sido recebidos. Ninguém nos deve nada. Recomendem. Partilhem, digam aos outros para ir para a próxima.

13. E lembra-te: networking não é sobre quem tu conheces, é sobre quem te conhece. Cada pessoa trabalha para ser valor acrescentado, para ser lembrada. É preciso ser criativo

Vai a eventos. Vai a eventos. Vai a eventos.

E se pudesses mudar o mundo só com as tuas mãos? Nas Chicas Poderosas acreditamos que #TuPodesAssimTuQueiras. Por isso, decidimos ajudar: criámos os #MiudaaMiudaPowerSessions, uma série de pequenos eventos “hands on” em que o objectivo é, mais do que apenas aprender novas competências, praticá-las. 

A ideia é que em sessões de duas horas possas conhecer gente, aprender e colocar todos esses ensinamentos em prática. Estas Miúda a Miúda Power Sessions vão dar-te super-poderes: e a inscrição é gratuita! Mas atenção: o número de lugares é limitado. 

TAGS
RELATED POSTS
Donate
Choose Language
Follow Us
Search
Latest Tweets