Investigative Program

Hackathon das Chicas Poderosas cria soluções para desinformação em ano eleitoral no Brasil

By on abril 16, 2018

Nos dias 8 y 9 de março, juntamos em São Paulo mentes geniais de desenvolvedores, desenhadores, e jornalistas digitais para lançar um desafio: Como educar leitoras e leitores para refletir sobre o que compartilham, e cidadãos para refletir sobre a quem dão seu voto nas eleições?

O evento reuniu alguns dos principais nomes do novo jornalismo brasileiro – tanto dentro de redações consagradas como de projetos independentes – para discutir o atual ecossistema de informação. No última dia, durante o Hackathon os participantes, organizados por equipas, tiveram doze horas para responder a estes desafios com soluções inovadoras e viáveis.

Foto: Sofia Perpetua

O projeto vencedor, “Peraí”, é uma extensão que interrompe o processo mecânico de compartilhamento de notícias no Facebook, a maior rede social do mundo, apresentando três perguntas simples que fazem o leitor refletir sobre a credibilidade das informações que chegam até ele e que ele se encarrega de espalhar.

Ao tentar compartilhar um link, o leitor ou leitora é levado a pensar sobre de onde ele veio, quando foi publicado e quem pode se beneficiar desta publicação, por exemplo. “É um processo que coloca a responsabilidade nas mãos das pessoas e faz com que elas dêem um passo atrás antes de serem agentes de propagação de informações, principalmente em ano eleitoral no Brasil”, diz Mariana Santos, CEO das Chicas Poderosas e idealizadora do Hackathon.

Ao usar o “Peraí”, os participantes do Facebook também terão a oportunidade de denunciar uma publicação que considerem não confiável. A extensão vai compilar os dados sobre compartilhamentos e denúncias, identificando temas de maior demanda para indicar sugestões de pauta aos meios de comunicação ou gerando alertas sobre determinados tipos de conteúdo para a própria rede social.

O time de jurados do Hackathon Chicas Poderosas, formado por jornalistas e empreendedores do Brasil e da Argentina, fez ainda uma menção honrosa ao projeto “PolitiQuem?”, uma plataforma de jornalismo de dados que coloca perfis  detalhados e compartilháveis das candidatas e candidatos às eleições brasileiras ao alcance dos eleitores. Com poucos cliques no celular, é possível descobrir se os candidatos têm parentesco político, como atuaram em seus cargos até o momento, o que defendem e quanto ganham, por exemplo.

Os dados são verificados e disponibilizados pela equipe do “PolitiQuem? via o software Check e podem ser acessados por meio de três formas principais: perfis de candidatas/os, cruzamento de dados e análises jornalísticas sobre a atuação de políticos no poder Legislativo e no Executivo do Brasil.

Os dois projetos serão, a partir de agora, desenvolvidos com o apoio do Chicas Poderosas, para que possam chegar ao público nos próximos meses e ajudar a criar leitores e eleitores mais conscientes do seu papel e dispostos a passar informação de qualidade adiante.

Quem são as equipes:

 

PERAÍ

Foto: Sofia Perpetua

Letícia Souki Diniz – Gerente de Projeto

É jornalista formada pela PUC-MG, com pós-graduação em Processos Criativos em Palavra e Imagem. Atua na área de Relações Públicas há 10 anos, nos quais se dedicou à comunicação de grandes companhias das áreas de indústria, tecnologia e comunicação. No tempo livre, se dedica a estudar idiomas e música.

Priscila Pacheco – Editora-chefe

Formada em 2014, Priscila Pacheco é jornalista e atua como repórter na Agência Mural de Jornalismo das Periferias. Integrou a equipe que desenvolveu o especial multimídia sobre a violência contra o jornalista no Brasil, que ganhou o Prêmio de Jornalismo MPT em 2015. Também produz trabalhos para instituições da área de educação.

Beatriz Quesada – Sub-editora

Aluna de jornalismo na ECA-USP, já atuou na área de educação e hoje trabalha na rádio BandNews FM com reportagem, produção e mídias sociais. Foi finalista do Prêmio ABAG de Jornalismo em 2015.

Alexandre Ribeiro de Mello – Gerente de desenvolvimento

Formado em ciência da computação, praticante de artes marciais e apaixonado por software livre. Possui 12 anos de experiência em desenvolvimento de software. Atualmente atua como líder técnico de projeto com arquitetura de microsserviços.

Flávia Marinho – Designer

É designer e infografista, com passagem por redações com O Estado de São Paulo e Globo, onde ganhou alguns prêmios de infografia e design editorial, como Malofiej Espanha e medalhas da Society of News Design. Desde 2014 é sócia do Datadot, um estúdio de design multidisciplinar como foco em informação que já colaborou para clientes como Anistia Internacional, PNUD/ONU e Bovespa.

Keilla Menezes Fernandes – Desenvolvedora

Desenvolvedora Front-end, com 10 anos de experiência. Adora trabalhar em um espaço com inovação e criatividade, que apoie diversidade e inclusão. Minha motivação é fazer a diferença agora para construir um futuro melhor. Incentivadora de mulheres na Ciência da Computação, é co-organizadora do grupo Campinas Front-end.

Filipe Alves Caixeta – Desenvolvedor

Formado em engenharia de controle e automação na Universidade de Brasília. Atua na área de pesquisa e inovação da Rede Globo, com foco em blockchain, inteligência artificial e processamento de imagem e vídeo.

 

POLITIQUEM?

Foto: Sofia Perpetua

Caio Almeida – Desenvolvedor

Mestre em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). É engenheiro de software sênior do Meedan (organização de TI com sede em São Francisco – Califórnia) desde 2011. Em 2018, foi um dos 5 desenvolvedores de software do mundo inteiro selecionados para participar do Data4Change, um workshop de visualização de dados sobre direitos humanos no oriente médio, ocorrido em Beirute, no Líbano. Colabora como desenvolvedor de software em projetos open source como Ruby On Rails, NPM, Drupal, Noosfero, Moodle, Inkscape e outros, e já apresentou trabalhos em eventos como RubyConf Portugal, Rubyfuza (na África do Sul), SIBGRAPI (no Peru), RubyConf Brasil, WebMedia, Conferência Web W3C Brasil, Fórum Internacional de Software Livre (FISL), Workshop Internacional de Software Livre (WSL), dentre outros.

Bruna Barros – Produtora de conteúdo

Formada em Ciências Contábeis pela Faculdade de Comércio Álvares Penteado (FECAP), Master in Business pela BI International, extensões em Políticas Públicas e Economia Internacional na Columbia University (SAIS) e Johns Hopkins (SAIS). Atuou com auditoria contábil e consultoria financeira estratégica em multinacionais de auditoria.

Daniela Feitosa – Desenvolvedora

Formada em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Trabalha como engenheira de software do Meedan (São Francisco/Califórnia/EUA). Participou do desenvolvimento do Noosfero, um software livre para criação de redes sociais. É integrante do projeto Meninas Digitais – Regional Bahia e organizadora do Rails Girls Salvador, projetos que tem o objetivo de incentivar a participação de mulheres da área de tecnologia da informação.

Eliana Vaca – Designer

Designer gráfica com interesse especial em mediação cultural. Seu principal interesse é ajudar minorias em situações vulneráveis e desenvolver projetos que empoderem mulheres. Sua principal experiência é em design editorial e informativo, gerenciamento de projetos e direção criativa. Também desenvolveu projetos sociais em museus na Colômbia através do uso de metodologias inclusivas.

Erika Zuza – Produtora de Conteúdo

Jornalista formada pela UFRN, professora de comunicação e fundadora do Papo de Mídias, projeto que coloca em discussão os desafios atuais da comunicação social e digital. Por 10 anos atuou no telejornalismo em Natal, passando por diversas emissoras, como as afiliadas da Rede Globo, Rede Record e Band no RN. Atualmente é Docente, Assessora de Comunicação, Consultora em Media Training (Treinamento de Mídia) e Palestrante; Assessora de Comunicação do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) e da Sociedade Amigos do Deficiente Físico do RN ( SADEF-RN) \; Leciona na Pós-graduação em Comunicação e Marketing Digital da Faculdade Estácio Natal e da Unifacex. Mestre em Televisão Digital pela Universidade Estadual Paulista (UNESP); Especialista em Gestão Estratégica de Sistemas de Informação e em Jornalismo Econômico, ambos pela UFRN.

Lara Madeira – Produtora de conteúdo

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Fez intercâmbio cultural nos EUA onde estudou fotografia no International Center of Photography. Atua como repórter multimídia freelancer. Trabalha com dados, vídeos e fotografia. É também assessora voluntária em uma ONG onde produz vídeos e auxilia na divulgação da instituição.

Lívia Alcântara – Produtora de conteúdo

Jornalista e doutoranda em sociologia. Investiga ativismo digital e mídias sociais. Gosta de debater política e América Latina. Tem experiência como assessora de imprensa e comunicadora popular junto a movimentos sociais e em campanhas políticas.

Luna Gámez – Produtora de conteúdo

Jornalista independente, escreve principalmente para La Marea y Píkara Magazine, sobre política internacional e atualidade da América Latina a partir do Brasil. Mestre em estudos internacionais e antropologia pela Universidade da Sorbonne, Paris. Formada em documentário pela Academia Internacional de Cinema, Rio de Janeiro.

 

TAGS
RELATED POSTS
Donate
Choose Language
Follow Us
Search
Latest Tweets